menu close menu

Vida Fraterna

 

 

“Não busquem sozinhos a santidade, mas juntos, formando uma academia de santos, de modo que, iluminando mais intensamente as trevas deste mundo e fazendo brilhar a luz da Igreja para os povos, cheguem, como irmãos, às moradas eternas, onde todas as diferenças estarão superadas.” (Regra de Vida – MT)

 

 

 

 

 

A vida do monge em comunidade se assemelha, em muitos aspectos, à vida de família.

 

Somos irmãos e irmãs que rezam juntos, trabalham juntos, partilham a vida interior e tantos momentos de alegria, de descontração, de convívio fraterno suave e simples.

 

Nesses momentos em que a comunidade se reúne, uns ao redor dos outros, podemos nos sentir em casa, como irmãos, em família.

 

Nós cultivamos o amor pela partilha mais simples que se dá pelo diálogo, pelo sorriso, pela simplicidade de estarmos uns com os outros…

E, assim, fazemos brilhar na Igreja e no mundo o amor fraterno que atrai a tantos e se torna testemunho para os de fora.

 

 

 

Saiba, cada um, que é pessoalmente responsável pela unidade fraterna. Por isso, entregue a própria vida

pelos irmãos, todos os dias, incansavelmente, ciente de que a dá nas pequenas coisas e sempre, não visando retribuição, mas porque, tal como Jesus, é chamado a ser presença do amor de Deus entre os irmãos por meio da humildade e da mansidão, da compaixão e da acolhida, da simplicidade e do serviço, do perdão e da prática do bem para, assim exercitado, sê-lo na Igreja e no mundo.” (Regra de Vida – MT)

 

Monges da Trindade