menu close menu

Ofício Divino

 

“A Igreja celebra a Liturgia da Horas no decorrer do dia, conforme antiga tradição. Assim, ela cumpre o mandato do Senhor de orar sem cessar e, ao mesmo tempo, canta os louvores a Deus Pai e intercede pela salvação do mundo.” (Liturgia das Horas)

 

Celebramos a Liturgia das Horas juntos, com o esmero devido a Deus e a simplicidade devida ao espírito de oração.

Esforçamo-nos para ofertar a Deus o louvor que Ele merece, cientes de estarmos tomando parte do ofício divino que também os anjos participam, conforme está escrito: “Na presença dos anjos, a Ti cantarei louvores” ( Sl 138,2).

 

Por meio da Palavra de Deus, Ele nos fala; e por meio dela, nós falamos a Deus. Sua Palavra se torna nossa palavra, nossa oração e luz para o mundo. Sabemos que através de nossos lábios, a Luz está chegando não aos olhos, mas ao coração dos homens, pois louvamos a Deus unidos a eles, louvamos por aqueles que não O louvam.

 

Nesta hora somos Igreja: Igreja vigilante, combatente pela oração, intercessora pelos pequenos e pobres deste mundo.

 

Somos gratos a Deus por todas as possibilidades que possuímos, a cada dia, de estar na Sua presença, de cantar incansavelmente os seus louvores, de nos alimentar de sua Palavra, de buscá-Lo acima de tudo…

 

 

A Palavra colhida em tantos momentos de oração do nosso dia é o fogo que incendeia o silêncio do dia a dia e que é meditada no momento do trabalho.

 

 

Monges da Trindade