Home Leigos

Leigos

por Pe. Bruno

O que é ser monge Leigo?

Ser Monge Leigo, o que é? O que significa esse grupo de pessoas tão diferentes que foram reunidas através do amor de Deus, para seguir o caminho de Jesus, iluminados pelo Espírito Santo? O que une esses corações?

Antes de qualquer coisa o grupo é uma família. Pessoas que estão lado a lado para viverem o amor fraterno. E como uma família, caminhamos no amor apesar de nossas diferenças, de nossos pontos de vista, nossas perspectivas, sonhando juntos.

Também somos pessoas transformadas pelo amor de Deus. Gente que viveu perdida na escuridão, na solidão, na busca de “algo” que não encontrava no mundo e se perdia por caminhos que nunca levavam a lugar nenhum. E, ao serem modificadas, sentiram necessidade de estar juntos, pois as coisas do mundo por si só não tinham mais significado.

O grupo é um desejo dos Monges da Trindade para abrir as portas da obra de Deus ao mundo. Sonho de ver corações libertos caminhando juntos pelas estradas empoeiradas, inundando de sorrisos os cantos por onde passarem, levando a graça do Espírito Santo a outros tantos corações necessitados de libertação e amor.

É um grupo de “gente estranha”, que acredita na Misericórdia, na fraternidade, no perdão, no silêncio que fala mais que o bradar de muitas vozes, que enxerga felicidades em meio ao sofrimento e crê firmemente que Deus está sempre ao lado de cada um.

Somos um grupo que transcende o “grupo” e surge como uma força. Força essa capaz de louvar a Deus com a alma ardendo de fé. Força que carrega a todos, nunca se deixando na solidão da dúvida e da dor. Força que faz levantar do chão o mais cansado de nós apenas com a oração de cada um que vai aos poucos se juntando num brado cada vez mais alto e abrangente. Força que estende a mão e puxa para cima aquele que cai. Cada pulsar, cada olhar, cada lágrima ou sorriso se junta e constrói escadas resistentes que levam sempre para o alto.

Somos “Um”: um coração, um pensamento, um amor. Somos “Uma”: uma fé, uma coragem, uma alma, mesmo na diversidade. Vivemos da Graça, da Vontade de Deus, Daquilo que Ele sonhou pra nós.

Pisamos firme o chão à nossa frente e seguimos. Seguimos para casa e de mãos dadas. Nossa casa eterna. E pelo caminho vamos amando, perdoando, vivendo, aceitando e recebendo. Enxergamos o “bem” nas pessoas porque assim aprendemos de nosso Mestre Jesus. Queremos o Bem. Nossa alma voa leve por esse caminho.

Não é fácil definir o que seja o “Grupo dos Monges Leigos”, pois neste mundo não há palavras suficientes para conceitua-lo. Não sabemos explicar, mas conseguimos compreender. Como diz a canção: Jesus aquietou nossa alma e fez nosso coração ouvir Sua voz e ao nos chamar para perto, acabou com nossa solidão. Descobrimos que tudo o que precisamos está em Deus. Os “Leigos” é um grupo de pessoas, que descobriu ser amadas por Deus e assim como Ele realizou através de Jesus, vence o mundo.

Monte Sião, 22/05/2019